segunda-feira, 16 de março de 2009

1 + 1 = 3 !

Já haviam se passado algums dias depois do último encontro com o "D" e estava com tantas saudades que me masturbava quase todos os dias. Ele foi com seu grupamento para Manáus e teria que ficar sem vê-lo durante um mês. Faltando uma semana para que ele voltasse, as meninas me chamaram para organizar uma festa de boas vindas e comemorar o aniversário dele. Nos reunimos na casa da tia do "D" para preparar tudo e, foi quando conheci seu primo, Oscar... Ele era mais velho que o "D", tinha 23 anos e um corpo lindo. O tipo de homem que é o sonho das solteiras e o desejo das casadas... 1, 80 de pura morenice e cabelos negros e lisos até os ombros. Um lindo sorriso e uma conversa agradável... Impossível não olhar e desejar. As meninas só faltavam pular no pescoço dele... Resolvemos tudo sobre a festa mas, algo me deixou com uma pulga atrás da orelha, ele e a Rê, se falavam e olhavam pra mim de um jeito que cheguei a ficar encabulada...-"O que esses dois estão tramando?" Mesmo assim, não perguntei nada a eles. Fui embora com meus pensamentos e minhas dúvidas sobre aqueles dois. Na sexta-feira sem esperar, toca o telefone:

-"Oi meu amor!?!"

-"D?!... é você? Onde você está?"..

-"Em casa, acabei de chagar... tô com saudade sabia?"...

-" Eu também!!"...

-"Quero te pedir uma coisa, tá?"...

-"Tá, já sei, já preparou outra surpresa, né?"...-

-"Rsrsrs... só depende de você! Quero fazer uma coisa muito gostosa... vai ser um presente especial pra mim..."

Tentei pensar e logo estava dizendo sim! Tentei me acalmar enquanto ele falava mais já estava louca pra chegar a hora da festa. No dia seguinte, preparei o que ele havia me pedido, eu deveria ir com um vestido curto de, preferência bem leve com os cabelos soltos e uma sandália de salto... Tudo certo e eu tentando imaginar o que fariamos desta vez. Quando cheguei a festa, a música já estava alta e todos dançando... Eu deveria chegar bem tarde, lá pelas 22:30.( e isso era tarde já que a festa começou as 14:hs) Cheguei na hora das baladas, músicas lentinhas pra dançar agarradinho... Entrei, falei com alguns amigos e sem esperar o Oscar me pegou pela cintura e saiu dançando comigo causando um buxixo nas meninas. Olhei em volta procurando o "D" quando ele, Oscar, começou a me contar o que o "D" havia lhe dito sobre mim, e que ele havia ficado curioso e se poderia participar de uma farrinha entre eu e o "D"... Fiquei de boca aberta e tentava me manter calma quando o "D", percebendo que seu primo já havia me contado uma parte da surpersa me chamou pra dançar terminando de me contar a surpresa... Iriamos transar e o Oscar ficaria olhando... Fantasias à parte, topei mesmo achando extranho. Quando a música acabou, o "D" me levou pra dentro de casa, lá estava o Oscar com as chaves do carro na mão e com um sorriso enigmático nos lábios...-"O que será que vai acontecer essa noite???"... pensava eu sem meus botões quando Oscar veio em minha direção e me deu um delicioso beijo... pegou minha mão e levou até o meio de suas pernas onde pude sentir o quanto aquilo tudo seria bom!!! O "D" nos interpelou com um 'vem vindo aluguém' e nos afastamos... ele me olhou nos olhos e disse...-"Você quer?"... ofegante e muito exitada, olhei pro dois e, segurando o membro de cada um sobre as calças, respondi quase sem voz que sim. Eles se entre olharam, sorriram e segurando em minhas mãos, saimos os três discaradamente da festa, entramos no carro e fomos, preparar o presente do "D". Chegamos ao motel e, como eu ainda era menor de idade, tivemos que subornar o recepcionista o que levou algum tempo e acabou esfriando os ânimos. Subimos e chegamos no quarto um pouco tensos, percebendo que eu estava nervosa, o "D" se aproximou de e me deu um forte abraço. Nesse momento perdi o controle e começei a chorar... chorava compulsivamente, Oscar chegou perto e me deu um beijo no rosto quase paternal, me abraçou e ficamos alguns segundos assim, eles abraçados a mim e eu sem parar de chorar. Oscar começou a me fazer carinho dizendo que tudo havia passado e que nada aconteceria... passava seus dedos sobre meus olhos tentando conter as lágrimas enquanto o "D" acariciava meus cabelos.Uma coisa diferente estava acontecendo, enquanto eles ma acalmavam, começei a sentir ondas de calor me percorrerem o corpo e meus soluços se trânsformarem em suspiros, dada vez mais profundos até que soltei um gemido... cada um deles já estava exitado, acreditem, pelo meu choro... o "D" de um lado, me apertava a bunda e beijava meu pescoço, Oscar, já havia descido a alça do vestido e mamava carinhosamente meu seio. Já estava toda molhada quando senti seus dedos me penetrarem me fazendo gemer mais profundamente. Ele se ajoelhou, afastou minhas pernas e começou a me chupar. Apioada ao "D", desci a mão até sua calça abrindo o ziper e liberando seu pau. Enquanto eu o masturbava ele sugava o bico do meu seio. Não pensei que pudesse acontecer isso, o presente mudou totalmente o conteúdo! Eu é que estava sendo presentiada e, já estava quase gozando quando Oscar se levantou e me pegou em seu colo! Me levou até a cama e ficaram assim, os dois, me olhando durante um tempo. Eles se entre olharam e sorrindo começaram a me despir. Cada um beijava e mordiscava meus pés enquanto tiravam as sandális... Oscar subia por uma das pernas e ia me lambendo e me acariciando, o "D" chegou a minha virilha e com a boca, retirou minha calcinha enquanto Oscar subia meu vestido... Estava totalmente arrepiada, não conseguia pronunciar nenhuma palavra tamanho era o tesão. Depois de me deixarem despida, eles se levantaram e o "D" tirando a roupa, pediu que o Oscar preparace a banheira. Quando ele saiu, o"D" veio por cima de mim me beijando inteiramente, olhou nos meus olhos e foi me penetrando calmamente, começou um vai e vem lento e profundo... Enlacei minhas pernas em sua cintura e ficamos assim, como diz MEU AMOR, num papai e mamãe delicioso, virei a cabeça e lá estava ele, o Oscar... Nu e se masturbando enquanto nos observava. Aquilo me fez apertar o "D" com as pernas e rebolar acelerando o ritmo da penetração...-"Vem cara, se não eu gozo!" disse o "D" para o primo que se aproximou da cama e me beijou com o "D" ainda dentro de mim... -"Vem cá... assim" me disse ele sentando na cama e me puxando por cima. Mesmo bem molhada, tive receio pelo tamanho do seu membro bem maior que o do "D", percebendo isso, ele levou sua mão até minha boca e comecei a lamber cada um dos seus dedos. Já bem molhados, ele lubrificou seu mastro, pincelou minha buceta começou a penetrar... Senti cada centimetro me invadindo, me rasgando. Segurei-o num abraço forte e gozei mesmo antes de tê-lo totalmente dentro de mim. Oscar se manteve quieto até que pudesse continuar... Me beijava o rosto e acariciava minhas costas tentando me acalmar... O "D", por sua vez, ficou de pé na cama e segurando meus cabelos, puxou meu rosto para seu pau, abri a boca e comecei a chupar como se fosse a ultima vez... Oscar me sentiu relaxada e me segurando a bunda pediu que eu o cavalgasse. Devagar, comecei a subir e descer lentamente... ele enclinou a cabeça e sugou meu seio, desceu uma das mãos e gemeu profundo quando sentiu meu cuzinho molhado e piscando... Não se conteve e começo a me penetrar o cuzinho com o dedo... Isso me fez chupar o "D" com mais força e logo ele gozou... Bebi tudo de uma só vez e senti que Oscar também iria gozar... gozamos juntos, ele urrava e me puxava como se quisesse entrar todo dentro de mim... seu pau latejava forte e me senti preenchida por seu leite abundante e quente, ele me abraçou e ficamos assim enlaçados até que o "D" nos chamou para um banho...

Nenhum comentário: