segunda-feira, 30 de março de 2009

o Acordo - 3

...Haviamos combinado que entre nós, haveria uma "amizade colorida". Ficariamos os três juntos, se eu quisesse e/ou cada um num dia que fosse determinado pela disponibilidade. Não teriamos ciúminhos. Cuidariamos uns dos outros e não nos deixariamos APAIXONAR para que o que sentiamos não nos acorrentasse uns aos outros Seriamos livres pra ficar com quem quisessemos se assim desejassemos... Entre nós falaria mais alto o desejo e o tesão e não poderiamos quebrar esse acordo jamais, JAMAIS!... (?!) Esse pensamento me tirou do ar por alguns segundos e o 'D' percebeu que algo havia acontecido:"-O que foi, meu amor?! / -Nada!!"... Olhei para o 'D' que nos observava e sorri. Abracei carinhosamente o Oscar e ele, num sussurro quente ao pé do ouvido, me disse um EU TE AMO que me arrepiou por inteira e começamos a nos beijar novamente... Olhando aquela cena, o 'D' se aproximou e tocou meus cabelos... senti seu pau pulsar em meu ombro e o segurei com uma das mãos... estava tão duro que não me contive... deixei o beijo do Oscar e comecei a lamber sua cabeça reluzente de exitação... lambi toda a extensão do pênis... cabeça, corpo, saco... chupei a virilha e voltei, da base até a cabeçachupando e lambendo... O Oscar me ajeitou em seu colo e, enquanto eu mamava no pau do 'D', ele me acariciava os seios e me beijava as costas... Senti o mamilo doer de tão duro quando ele o tocou... ele molhou a ponta dos dedos com saliva e começou a esfregar em cada um... senti a vagina inchar, pulsar... Conforme eu ia chupando o 'D', ia abrindo as pernas e me esfregando no pau do Oscar... Estava sentada de um modo que podia sentir o pênis dele do meu grêlo até o meu cuzinho que piscava sem parar... ''-Eu senti isso!''... disse ele quando a sentiu pulsar e molhar seu pau... "-Hummm... rebola assim não..." Me disse o Oscar enquanto passava as unhas em minhas coxas e segurava meu quadril... ''-Para, amor... hummm... para..."... Soltei o pau do 'D' e perguntei discaradamente: "Você quer que eu pare?! / -Espera um pouco... / VOCÊ QUER MESMO QUE EU PARE?!"... abocanhei o pau do 'D' e afastei o quadril... a resposta foi uma mordida na minha nuca e a cabeça do pau entrando com força na minha buceta... quase machuquei o 'D'... gemi e suguei seu pau com tanta força que ele tentou tirar mas não deixei. Peguei as mãos do 'D' e o fiz segurar meus cabelos, arqueei o corpo um pouco pra frente enquanto o Oscar deslizou na poltrona e se ageitou melhor... comecei a cavalgar o Oscar deliciosamente sem presa... da mesma maneira que sugava o 'D'... Como a poltrona era baixa a ponta dos pés encostava no chão e facilitavam o meu galope... A medida que ia subindo e descendo fazia com que o 'D' chegasse mais fundo na minha garganta e fazendo assim, o mesmo que havia feito com o Oscar... Eles gemiam profundo... O 'D' segurava meus cabelos com uma das mãos e com a outra erguia meu queixo pra que eu olhasse para ele... Quando nos olhavamos... ele gemia mais forte e jogava a cabeça para trás... eu, alternava a chupada, ora forte, ora suave e lânguida... expunha a língua de boca aberta... olhava nos olhos, afastava a boca e engolia de um único golpe... O Oscar, dava estocadas cada vez mais profundas e fortes... numa dessas soltei o pau do 'D' e sentei pedindo pra ele ficar quieto... "-Espera, só um tiquinho... espera!" Eu estava quase gozando mas, não queria... O 'D', percebendo o que eu fiz, me abraçou e me levantou do colo do Oscar... Ficou me abraçando e beijando meu rosto até que eu me acalmasse... ''-Oscar, levanta... deixa eu sentar com ela..."... ele meio que deitou na poltrona e me aconchegou em seu colo me deixando com os pés apoiados na poltrona... segurou meu rosto, me olhou fundo nos olhos e ordemou: SENTA NO MEU PAU! Obedeci mas, sentei de uma vez... arranquei um gemido de dor dele e ele me segurou com força... bombou forte e enfiou o dedo no meu cuzinho... gemi gostoso... levei a mão para trás tentando alcançar o Oscar... o puxei pelo membro e disse: ENFIA! METE GOSTOSO!!! E assim ele o fez... Encostou a cabeça no meu cu e foi me invadindo... Gozei num grito e abafei mordendo a mão... O 'D' saiu de dentro de mim e ficou me segurando enquanto o Oscar dizia: ISSO... MASTIGA MEU PAU... GOSTOSA... Não sei como mas ele entrou mais fundo... senti seu saco bater na minha buceta enquanto ele socava ainda mais... estava tão molhada que ele escorregava fácil... ainda nessa posição, sem sair de mim, me levantou do colo do 'D' e sentou no sofá... abriu minhas pernas e começou a massagear meu grêlo... desceu os dedos e colocou dois deles na minha buceta... "NOSSA... TÁ MELADA...!" Levou a mão a minha boca me fazendo provar o gosto do sexo... segurou meu rosto e me beijou fundo...


"-Quer ser minha putinha?"
"-Quero...
"-QUER SER MINHA PUTINHA?!"
"-QUERO, EU QUERO!!..."


E meteu mais forte no meu cuzinho... abriu minha buceta com as mãos e disse:''-VEM, CARA... METE TUDO!..." O pau do 'D' estava tão duro e nós tão exitados que quando ele me penetrou, em pouco menos de um minuto estavamos gozando, os três... Agarrados, suados, entorpecidos... A respiração acelerada, os corpos quentes exalando luxúria... Tentei abrir os olhos em vão... cravei as unhas no sofá e APAGUEI...

Um comentário:

Olavo disse...

Putz que bela historia...
adorei
beijos