terça-feira, 28 de abril de 2009

...Oscar

-Ahn?!... não... NÃO,... espera, para...

Eu gemia pedindo, quase chorando. Senti suas unhas em minhas coxas... tentava me desvencilhar de sua boca, de seus dedos... Eu queria e não queria o gozo. Sentia o corpo preparado, pronto para explodir e mesmo assim queria retardar o final mas, não consegui... Seus lábios macios e sua língua quente, e úmida me invadiam explorando cada ponto como se já conhecesse onde e como eu deveria ser sugada, lambida ou mordida... Nem o 'D', nem o Oscar se intrometiam... olhavam extasiados como Cici me devorava e como eu, inutílmente, tentava escapar. As mãos que, passeavam em meu ventre, se tornaram mais ávidas e firmes quando ela sentiu que eu me renderia... Afastou sua boca de mim e, levando uma das mãos ao meu seio, tocou meu mamilo e o bolinou... olhei para baixo ofegante e vi seus olhos por entre minhas pernas... Os olhares se encontrando pareciam durar uma eternidade... Foi algo como... "AGORA!"... Fechou os olhos e enterrou o rosto e seus dedos em minha xota... Delirante, sufocante... fechei os olhos, arqueei o dorso... segurei em seus cabelos e o gozo veio... em fortes ondas... quebrando no corpo, arrancando um grito me tirando o fôlego,... Foi rápido e longo, forte e suave. Todos os sentidos se apagaram por segundos... Abri os olhos... me ouvi arfando... corpo pulsando inteiro, contraindo e mastigando dedos que ainda estavam dentro de mim... Quando finalmente afastou sua boca do meu grelo, beijou minha virilha, minha coxa e deitou o rosto sobre meu púbis e cobriu meus seios com as mãos... O Oscar rodeou a cama e, se ajoelhando ao lado, beijou meu rosto e afagou meus cabelos. O 'D' fez o mesmo e pude sentir o calor que vinha de seus corpos... Alguns segundos se passaram e Cici, novamente, deu ar de tesão...apertou meus seios e me beijou o ventre... o 'D' segurou uma de suas mãos e beijou... beijou cada um de seus dedos e guiou sua mão ao membro rígido, tenso... ela levantou-se de mim e o puxou para si... virei de costas para o Oscar e ele me abraçou deitando suas pernas sobre as minhas. Cici, sentada a beira da cama, abocanha o pau do 'D' e assim fica num boquete demorado.
.
-Shhh... isso,... assim!... (diz ele jogando a cabeça para trás e fechando os olhos)
-Vem aqui!... Chupa ele comigo!... (me pede ela estendendo uma das mãos e eu, prontamente atendo)
.
Oscar se afasta e me ponho de quatro ao lado da Cici, quando o 'D' percebe, estamos as duas a percorrer todo seu membro uma de cada lado... Ela desce até as bolas e começa a chupar, uma de cada vez... Eu, suavemente, chupo e deixo que ele escorrege para dentro de minha boca...volto, sugando mais forte até chegar a glânde e o introduzo, dessa vez mais fundo até tocar minha garganta... meu nariz toca seus pêlos e sinto na boca um pouco do líquido que antecede o gozo... ele geme em protesto e nos pede para ficarmos quietas... quendo me afasto a Cici me beija... olhamos para o 'D' e ele nos sorri... Beijo Cici no pescoço e desço até seu colo, subo sugando o mamilo e passando a língua em seu pescoço, em sua orelha... "-Deixa ele gozar na sua boca..." lhe digo sussurrando em seu ouvido e ela me atende... volta a sugar o 'D' mais ávidamente e ele se contorce... me afasto e toco minha vagina... está encharcada de saliva e pedindo mais... Olho para trás, para os olhos do Oscar. Nossa... como ele me devora com o olhar... um olhar que eu não havia percebido antes. Senti minhas pernas tremerem e minha voz vacilar quando o chamei... ele percebeu mas se manteve na cabeceira da cama... Porque ele me olhava daquele jeito? Ele nem se tentava mais se aproximar da Cici... fiquei de pé, na cama... um passo... uma perna de cada lado do seu corpo. Ele me olhou firmente como se só nós dois extivessemos ali... me agachei sentando em seu colo e ele me olhou nos olhos, profundamente... tocou meu rosto e passeou seus dedos em meus lábios... me segurou pela cintura e me puxou... eu o queria frenéticamente dentro de mim e, num impulso, deixei meu quadril cair sobre seu colo e todo o seu pau foi enterrado de uma só vez em mim... ele gemeu doído... mordeu os lábios e me puxou contra o seu peito... "-Eu te amo!"... sem pensar, o abracei e dei um beijo apaixonado, febril... me olhou e sorriu um sorriso encantador... eu, amoleci em seus braços e me deixei levar por sensações... ouvi um gemido profundo e joguei o corpo para trás, alcancei Cici e lhe puxei pra cima de mim... Oscar me penetrava vigorosamente me segurando pela cintura... eu, sentia o gosto da Cici me envolvendo a língua e ela, saboreava o 'D' que não se aguantava mais de tanto tesão... Sinceramente, não sei explicar o que houve... lembro apenas de estancar num gozo forte e ouvir os outros num gemido que ia sumindo aos poucos...

18 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Delicioso momento em que o gozo arrebata sensações e sentidos.
Cadinho RoCo

EU SOU NEGUINHA disse...

Lindona..
Tem selinho pra ti lá no meu blog.
Beijos

Sacerdotisa disse...

Nany,

Esperei ansiosa a continuação.
E valeu cada segundo de espera. Que tesão, que loucura!

Beijos, querida.

meus instantes e momentos disse...

maneirissimo, é bom te ler. Te imaginar. Gosto daqui. Inspira.

Olavo disse...

Passando para desejar um otimo feriado e final de semana
Beijos

Cadinho RoCo disse...

Reler o que é bom nunca é demais.
Cadinho RoCo

em.fusão disse...

Estamos a começar e este "post" por certo servirá de inspiração…
OBRIGADO!

ka disse...

partindo de fotos reais, este é uma "kind of art" que gostaria de vos apresentar...

Millady disse...

Hoje eu comento...
Simplesmente excitante...
Beijo doce

Cadinho RoCo disse...

Voltei de novo.
Cadinho RoCo

Seline disse...

Que texto deliciosamente excitante... seu blog é puro fogo!
Adorei perder-me por aqui.
Beijo

Fernando Guerrero disse...

delicia de blog, vou add teu link, se puder passa no meu tb!

Momentos disse...

ufaaa...calor que por aqui ficou ;)
beijo

Felipe disse...

Faz isso não Aquariana! Posso ler essas coisas no trabalho não!

Agora como levanto da cadeira?

Ricky Bar disse...

Ficaria muito feliz se seguisse!
Uma ótima semana... sou teu maior fã! rs

Anônimo disse...

Como deixar de comentar algo,tao exitante,tao delicioso,gostoso,confesso que meu tesao,ja e aceso, agora entao,estou saindo para uma gozada espetacular,essa foi foda!!

Nany C. disse...

Anônimo(?):

Não se esqueça de contar-me como foi!...

Ricky Bar disse...

sou fã

pr teu di

Objeto de desejos incontidos,
Fruto que instiga furor libidinoso
Eu, animal.
Você,
Instinto, fatal.
Tão vertiginosa e bela,
Tua flor, rosa aberta
Tal qual um frasco fresco
Do mais perigoso veneno
Ingiro como solução de alquimista
Que tempera minha vida
No teu bosque sem saída
Provo do fruto proibido
Na alcova que coleciona
As almas dos perdidos