quinta-feira, 14 de maio de 2009

Meu medo...


Humm... um bom banho, uma comidinha gostosa e muito, muito cafuné... A chuva ainda era forte mas o vento já havia cessado... Estavamos os três conversando na sala quando não aguentei e bocejei de sono... também pudera, depois de um dia inteiro desfrutando do amor deles e tendo a presença da Cici... ninguém era de ferro... muito menos eu. Os meninos fucaram ali mesmo no sofá e eu entre os dois... cabeça no colo do 'D', pernas sobre as coxas do Oscar. Nossa... era tão bom sentir o que eu sentia, ter o que eu tinha e, saber que os dois cuidariam de mim com carinho... Eu já estava cambaleante de sono mas ainda sentia os dois ali... Oscar massageava de leve minhas pernas... com uma das mãos segurava o joelho e com a outra apertava suavemente minha coxa... o 'D' passeava os dedos no meu rosto... uns fios de cabelo pra lá... uns pra cá... eu sorria um sorriso inebriado e já não conseguia manter os olhos abertos mas, antes de adormecer completamente, pude ouvir o início de uma "conversa" entre os dois... Naquele momento as palavras eram sem sentido... o que me lembro, é vago...

"-Dorme amor, dorme... descança...(dizia o 'D' tocando meus olhos e me acarinhando as sombrancelhas)
-Ela fica tão bonita assim, né 'D'?
-É... e como cresceu nesse tempo que tá com a gente, né?!(risos e acho que sorri também... o 'D' fez shiii... e colocou a mão em meu ouvido)
-Dorme, meu amor... (sussurou)
-'D', tenho que falar , acho que estou gost...?!
.
Acordei ainda de madrugada... tinha apagado e os meninos me deixaram ali mesmo no sofá. Havia um lençol sobre minhas pernas e meu travesseiro estava quase caindo... Espreguicei, sentei e vi que eles não estavam na sala... Ouvi suas vozes vindo da cozinha e resolvi ir até lá. Quando me aproximei da porta, já ia perguntar algo quando ouvi o 'D' bufar...: " NÃO! Você NÃO vai fazer isso!..."
.
-Cara, eu não sei o que fazer!?... Eu tô pedindo a tua ajuda... !
-Oscar, faz o seguinte... dá um tempo. Isso,... dá um tempo pensa direito... você...
-Que tempo?! Pensar em quê? nela?!... isso é o que eu mais faço... pensar nela...
-Calma, cara... calma!
-Que calma 'D'? me diz?? Minha vontade é de ir lá e...
-Que coisa feia!... (me assustei com o 'D' pertinho de mim... não o percebi chegando)
-Ai... que susto! Feio são vocês dois discutindo a essa hora... O que foi que aconteceu?!
-Sabe o que foi?!... É que...
-A gente vai embora cedinho e o Oscar tá pensando em ficar por aqui, não é, Oscar?!(interrompeu o 'D' de um jeito estranho que parecia não querer que o Oscar falasse algo comigo)
-Poxa... logo cedo?!... Eu queria ficar até o fim da tarde... Fiquei de ajudar a Cici.
.
Os dois não se olharam e senti que minha presença interrompeu uma discussão feia... Fui na direção do Oscar e ele se virando me estendeu os braços e sentei em seu colo.Quando olhei pro 'D', ele estava com o olhar igual ao do meu pai quando reprovava algo que eu fazia... mas ele olhava diretamente pro Oscar. Sentada em seu colo, não recebi seu abraço, ao contrário, ele respirou fundo e me pediu pra sair... Me pediu pra sair do seu colo?! O que foi que eu fiz?? Ele levantou "pesado" da cadeira
... Olhar fixo ao chão, passou as mãos nos cabelos que estavam soltos e começou a se distânciar indo em direção ao quarto... -Oscar,... me espera!?.../ O 'D' me deteve segurando minha mão dizendo que ele tinha que ficar sozinho, para pensar... Olhei nos olhos do 'D' e perguntei firmemente o que ele havia feito com o Oscar... ele me puxou de encontro ao peito, beijou-me a testa e num abraço me disse:
.
-Meu amor, no coração da gente cabem milhões de sentimentos. Uns bons, outros nem tanto e ai vai... Ele está confuso com os sentimentos dele. Ele está sentindo o que pode ser uma coisa passageira e está sofrendo por medo de perder...
-Igual o medo que eu tenho de perder vocês?!(senti o 'D' estancar a respiração e o corpo)... é igual?!... igual a esse medo que eu tenho?!
-Não... o dele é maior... dói mais...
.
Abracei o 'D' e senti uma dorzinha no coração... uma falta do Oscar ali conosco e o medo me deu calafrio... Pedi pra falar com o Oscar antes dele dormir e o 'D' fez que não com a cabeça... Pedi novamente, fazendo dengo, ele me olhou nos olhos por alguns segundos e disse não. Mais uma vez pedi mas, o fiz com mais carinho deixando meu corpo pedir também... Ele sorriu, me beijou o rosto e disse vai me dando um tapinha na bunda... Ri! Bati a porta do quarto e abri antes do Oscar dizer algo... estava sem camisa sentado a beira da cama esmurrando o travesseiro... o pôs por trás da cabeça e se jogou com tudo na cama... "O que você quer?!.../ Poxa... vai brigar comigo?..." Fui caminhando, sentando... deitei-me ao seu lado me aconchegando e pedindo pra ele me deixar ali... Respirou fundo e pediu que não fizesse aquilo... que ele estava cansado... Levantei-me e olhando-o nos olhos perguntei se não gostava mais de mim... Ele levantou da cama me apontando o dedo dizendo pra eu nunca mais falar aquilo, nunca mais... que eu não podia dizer uma coisa daquelas... e uma das pessoas que ele mais gostava era eu... E foi falando e gesticulando e andando em minha direção e me abraçou... me afagou os cabelos... me fez prometer nunca mais dizer aquilo... "Eu te amo, menina... te amo!!" e me abraçou mais forte e eu lhe disse do medo que tinha de perdê-los... que não iria suportar ter que ficar longe deles... O 'D' entra no quarto e seu olhar segue acima da minha cabeça... sem saber que eles se entreolharam eu estendo meu braço em sua direção e o chamo para perto de nós... ''-Me abraça, 'D'...vem..." No abraço seguro o soluço... respiro fundo e me deixo ir... eles sentem meu choro e me acolhem num abraço que lembra a nossa primeira vez... "-Eu amo vocês... de verdade! Tenho medo de perder vocês e se vocês brigarem não vão mais ficar assim comigo..." Silêncio... afagos... beijos... A paixão e o tesão que existia não demorou a se mostrar e fizemos a única coisa que poderiamos fazer naquele momento... nos deitamos... eles?,... me amaram...

12 comentários:

Andarilho disse...

UAU.
Sensacional, adorei, voltarei sempre.

Sacerdotisa disse...

Que delícia, Nany!

Se com um é ótimo, fazer as pazes com dois de uma vez é sensacional!

Beijão, amiga!

em.fusão disse...

Ser carinhosamente amada por dois homens deve ser uma experiencia interessante...

EU SOU NEGUINHA disse...

Meninaaaaaaaa
Deu calor aqui...rsss
Beijos na alma

Rosana disse...

Ai, ai, como vai bonita? Obrigada pelo carinho de sempre, passei por aqui para pegar um "cadin" mais de inspiração, nunca é demais, rsrsrsrsr, beijos no seu coração!

Ali disse...

Lindo.
lindo
lindo


três vezes lindo.

Roberto Ney disse...

estava torcendo por um final feliz, hehehe!
Criei um Blog para discutir assuntos relevantes relacionados ao sexo. Está engatinhando ainda... conto com sua participação por lá.
O endereço é: http://biografiashorizontais.blogspot.com/
Grande abraço!

meus instantes e momentos disse...

gosto daqui. Gosto muito daqui.
Apareça.
Maurizio

O Profeta disse...

Um Violoncelo reage ao toque
Vibram as cordas, solta-se a melodia
Das mãos escultoras das notas
Saem afagos de sonora magia

Uma alma reage aos acordes
Um coração bate ao compasso
Uma voz entoa dolentemente
Um corpo deseja o abraço


Boa semana



Doce beijo

Ela disse...

Danadinha, hein Dona Nany ... rsrs

Bjos
Ela
Palavras a Dois

Seline disse...

Adorei a descrição... o erotismo, a sensualidade, e sobretudo a cumplicidade que dá para sentir.
Beijo

Hellena disse...

Meninaaaaaaaa ... que delícia te ler por aquiii !!!
Já sei o que fazer nas minhas noites insones ...
Vou te ler mtoooo ... rsrsr
Bjssssssss