terça-feira, 8 de setembro de 2009

Te Quero. Vem!



Faltava uma semana para o Natal! A maioria dos presentes já foram comprados, na árvore não cabia mais enfeites e metade da ceia já havia sido encomendada. A agitação desses últimos dias transpassava as paredes e quintais... cada casa se enchia de esperanças que iriam se renovar à meia-noite do ínicio do dia 25. Tantas esperanças e eu jogada na cama depois de andar meio mundo na esperança de encontrar um presente especial. E os cartões de Natal?! Todos já haviam sido enviados... Tios, primos, amigos... Um agrado pro carteiro, outro ao padeiro... A galera do caminhão de gás... Chegavam cartões de várias pessoas. Eram lidos e colocados na árvore...(será que alguém ainda faz isso nos dias de hoje?). Você entrava numa loja e ouvia um Feliz Natal seguido de um sorriso! Balinhas e pirulitos eram distribuidos as crianças e podia se ver nas pessoas uma felicidade mais explicita. O 'D' havia viajado e só voltava no fim de semana. Oscar, mal sabia o que era almoçar naqueles dias de tanto trabalho... quase duas semanas sem podermos ficar juntos... Tudo estava à flor da pele.Estava quase dormindo quando o telefone toca e em seguida minha mãe me chama... ao atender, uma voz do outro lado diz: "TE QUERO! VEM PRA MIM, AGORA!!SOMOS SÓ NÓS DOIS"... senti o calor me invadir ao mesmo tempo em que um frio me percorria a espinha... Olhei para o relógio, 16:25! As pernas não se mexiam, não podia responder. Novamente a voz me diz: "VEM! JÁ DEIXEI O PORTÃO ABERTO. É SÓ ENTRAR!"... Desliguei e, só depois de alguns segundos pude ouvir minha mãe...

-... e não esquece de dizer pra mãe do 'D' que amanhã vou pegar as toalhas de mesa e preciso da medida das duas mesas grandes.
-Mas mãe, eu entrego isso pra quem?
-Você não prestou atenção no que eu disse?

Repetiu o que eu precisava ouvir, CASA DA TIA DO 'D'!... Enquanto fui me arrumar ela preparou duas sacolas com as coisas que a tia do 'D' iria precisar... Pronta, peguei as sacolas e fui... Na minha cabeça se formavam interrogações... e lembranças do sítio me fizeram molhar a calcinha. A casa da Tia ficava duas ruas antes da casa do 'D'... atrás havia um campinho onde os meninos iam jogar a pelada do domingo e do lado, uma lojinha que estava para ser alugada. Já estava chegando... meu coração disparou quando toquei o ferro frio do portão. Entrei e, realmente, a casa aparentava não ter ninguém. Fui para a lateral e a porta da cozinha estava encostada... Tudo apagado...

-Tia Isa?! Sou eu!!
-Minha mãe não está...(respondeu Oscar)
-Oscar!?... Seu bobo(risos) sou eu!
-Eu sei... vem aqui... estou no quarto!

-Quando parei enfrente a porta, Oscar estava se livrando da toalha de banho... De costas pra mim, era como se me deixasse admirá-lo... Foi virando devagar enquanto enxugava os cabelos e pude perceber sua ereção... Deixei as sacolas de lado e antes que ele pudesse baixar a toalha, segurei suas mãos e o impedi de me olhar... Deixei a tolaha lhe cobrindo a cabeça e o rosto... segurei suas mãos e fiz com que as colocasse atrás da cabeça... ao me afastar sua ereção estava completa... apontava para mim e já deixava a glânde saliente. Me segurei... ainda não... Fiquei observando sua reação... andei ao redor dele sem lhe tocar e ele me percebia... Um primeiro toque... lhe passei as unhas pelas costas... vi seu arrepio, ouvi seu suspiro. Mais uma volta... seus pequenos mamilos enrijecidos eram um convite... passei a ponta da língua e dele ouvi um gemido extaseado... Meia volta... desci meu rosto até sua nadega... abri a boca e mordi, de leve...passando os dentes... pude ver cada fio se eriçar... ele se controlando e eu mais ainda... olhei-o de frente e desci...lambi da sua virilha até quase chegar ao umbigo... mordi seu joelho e subi novamente mas, agora, com dentes e unhas... o tremor me fez olhar seu membro... pingava... Passei a língua detendo a gota que cairia e o senti doce... Naquele momento gemi. Ajoelhada, coloquei minhas mãos em suas coxas e o deixei deslizar por meus lábios... O lambi, beijei... passei a língua firmemente do saco até a ponta... ele não se segurava mais e gemia... fui sugando devagar deixando cada pedacinho entrar o máximo que pude... senti suas mãos deslizarem por meus cabelos... não queria seu toque... ainda não... eu queria chupar mais e chupei... chupei com força e suavidade... profundo... lento... abria a boca e o deixava ir até o fundo... as vezes deixava seu pau de lado e ia lhe chupar as bolas... gostava de sentir o peso do pau no rosto...esfregava-o de um lado a outro enquanto lhe chupava... num impulso me afastei o deixando ofegar... tirei a roupa e me aproximei... estava tão exitada que meus bicos doiam... Peguei sua mão e o fiz sentir como estava... molhada, encharcada... grelo teso, corpo em chamas... quando o abracei pude sentir seu coração descompassado... tirei-lhe a toalha, olhei em seus olhos e beijei sua boca com sede, com uma tesão louca que me desgovernou naquele momento... Ele me pegou pelos cabelos me mordeu o queixo, o pescoço... o ombro... me pegou no colo... Cruzei as pernas em seu corpo e senti a parede em minhas costas... uma estocada forte e um beijo... outra e outra... prensou seu corpo no meu e desceu a mão e segurando minha bunda... não resisti e lhe pedi: "-Me come!"... ele gemeu e me atendeu... mais algumas estocadas se virou e me pôs na cama, de quatro.! Mordeu minha bunda e voltou a me penetrar num vai e vem que me deixava louca... ele alternava o ritmo e cada vez ia mais profundo... acariciou meu cu e colocou um dedo... mais um e eu não queria gozar mas já sentia que o corpo pedia o gozo... estava querendo explodir e ele percebeu... tirou os dedos e desacelerou... parou... saiu de mim... me deixou acalmar e, quando me viu relaxar me pegou pelas âncas e foi me penetrando lentamente de uma única vez... Quando o senti inteiro gozei forte... ele respirava profundamente e se mantinha o mais imóvel possível... recomeçou o vai e vem e senti seu corpo e suas mãos me segurarem com força... queria dar-me muito mais... foi mais fundo me fazendo gemer alto... Ele gemia e me chamava... dizia loucuras que me deixavam inda mais a beira de um novo gozo... senti seu latejar e quando o ouvi dizendo: " AMOR, VOU GOZAR!" foi como se algo me invadisse por todos os póros... rebolei frenéticamente e estanquei num gozo forte e seu corpo extremecia a cada contração... ele pulsava e me puxava pra si até levantar meu corpo... cravado em mim me beijou a boca e sussurrou:"-morde... mastiga meu pau! me tira a última gota assim..." deixamos os corpos caírem ainda grudados... Depois de alguns minutos ele foi saindo devagar. Deitou ao meu lado e me deu seu ombro pra que pudesse descançar... O sol já havia se posto e o silêncio imperava na casa. Ele me olhava com uma felicidade nos olhos que duvidei do que ele sentia pela Cici... Eu quis perguntar mas, como ele mesmo havia dito, eramos só nós dois! Ali, naquele momento, naquele quarto eramos só ele e eu... A única coisa que eu queria era que aqueles instantes ali durassem bem mais... E é incrível quando alguém consegue ler em teus olhos e faz o melhor para que poucas horas se tornem uma eternidade... Corpos tremem juntos. O recomeço, é breve...(rs)!




20 comentários:

Everson Russo disse...

De tirar o folego e tudo por perto a historia....uma linda semana pra ti querida...beijos

EROTICAMENTE FALANDO disse...

Os teus textos fazem-me pecar!!!

Adoro...

Luna disse...

Relato escaldante!!!

Blue disse...

òtimo texto!!

Ótima quinta pra ti.

Beijos

Everson Russo disse...

Um beijo e um lindo dia pra voce...

meus instantes e momentos disse...

passando para te desejar um belissimo e feliz final de semana.
lindo post.
Beijos.
Apareça.
Maurizio

EU SOU NEGUINHA disse...

menina,mas estes textos são ducaraleo..risos..adoroe star aqui
Beijos

Everson Russo disse...

Bom dia minha querida amiga, deixo beijos no seu coraçao e o desejo que voce tenha um lindo dia...obrigado pelo carinho.

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

ººº
Eu vou já moça, me espera, tá?

E ofereço um café, posso?

Bjossssssssss ;)

Sir Lancelot disse...

Esta história está cada vez mais deliciosa de acompanhar...

Nao demore novo post... please...

bjs.

Alentejanito disse...

Que belo texto!!
Obrigado pela visitinha e volta sempre!
Bom fim de semana para ti!
Beijos tesudos

Everson Russo disse...

Venho trazer a ti minha doce amiga um beijo muito carinhoso pra desejar um belissimo final de semana de amor e paz...

fatti___ disse...

oie minha linda amiga vim desejsar um finalzinho de semana lindo assim como vc.....bjinhus suaves...

Fran Melo disse...

Oi moça!ai ai aii!rsrs,que delìcia humm!è uma deliciosa viagem...
parabèns!Òtimo fim de semana pra ti...
beijos suaves.

Tarcísio Buenas. disse...

bueno!

Desejos Aliciantes disse...

Uau
não tem mais nada pra ser dito
:)
Boa Quarta pra vc
beijos aliciantes

PEKADUS disse...

Nany..

Pekaminosos..são os teus textos..

algo novo..quando?

bju de te fazer..corar..

Everson Russo disse...

Um belo dia e um beijo pra ti.

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
Saudadinha tua...

Tens café à tua espera num dos meus cantinhos... (rs)

Bjosss

Katy disse...

Faz tempo que não tenho momentos assim....saudade, vontade..
Beijos.